Moro

Bolsonaro exonera diretor da PF Maurício Valeixo

Bolsonaro exonera diretor da PF Maurício Valeixo

A partida de Maurício Valeixo não foi ‘a pedido’, conforme consta no Diário Oficial. O ministro Sérgio Moro ficou indignado e convocou uma entrevista às 11 horas, quando deveria anunciar sua demissão.

O diretor-geral da Polícia Federal (PF) Maurício Leite Valeixo foi demitido. A liberação ocorreu “mediante solicitação”, de acordo com um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Justiça Sérgio Moro e publicado no Diário da República nesta sexta-feira (24).

Sérgio Moro, no entanto, ficou surpreso com a demissão – que não ocorreu “a pedido”, como diz o Diário da República – e ficou indignado. O ministro não assinou a demissão e não esperava que isso acontecesse nesta sexta-feira.

Como o cargo é indicado livremente pelo presidente, o ministro não precisaria assinar a ordem. Moro planeja dar uma entrevista nesta sexta-feira às 11 horas, quando é esperado que ele anuncie sua demissão.

Questionado pelos apoiadores no final da tarde de quinta-feira, ao chegar à residência oficial do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro não respondeu.

Ainda em 2018, quando comunicou a escolha de Sergio Moro ao Ministério da Justiça, Bolsonaro disse que o ministro teria “carta branca” e que não influenciaria nenhuma posição na pasta.

Aguardemos a bomba que esta por vir!!!

 

Deixe um comentário